É necessário utilizar um navegador com suporte a javascript para poder navegar em algumas funcionalidades do portal.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA 

Enter your user name and password to login.
User Name
Password

Página Inicial > Vegetal > Culturas > Cana de Açúcar

Cana-de-açúcar

 Introduzida no período colonial, a cana-de-açúcar se transformou em uma das principais culturas da economia brasileira. O Brasil não é apenas o maior produtor de cana. É também o primeiro do mundo na produção de açúcar e etanol e conquista, cada vez mais, o mercado externo com o uso do biocombustível como alternativa energética.

Responsável por mais da metade do açúcar comercializado no mundo, o País deve alcançar taxa média de aumento da produção de 3,25%, até 2018/19, e colher 47,34 milhões de toneladas do produto, o que corresponde a um acréscimo de 14,6 milhões de toneladas em relação ao período 2007/2008. Para as exportações, o volume previsto para 2019 é de 32,6 milhões de toneladas.

O etanol, produzido no Brasil, a partir da cana-de-açúcar, também conta com projeções positivas para os próximos anos, devidas principalmente, ao crescimento do consumo interno. A produção projetada para 2019 é de 58,8 bilhões de litros, mais que o dobro da registrada em 2008. O consumo interno está projetado em 50 bilhões de litros e as exportações em 8,8 bilhões.

A política nacional para a produção da cana-de-açúcar se orienta na expansão sustentável da cultura, com base em critérios econômicos, ambientais e sociais. O programa Zoneamento Agroecológico da Cana-de-Açúcar (ZAEcana) regula o plantio da cana, levando em consideração o meio ambiente e a aptidão econômica da região. A partir de um estudo minucioso, são estipuladas as áreas propícias ao plantio com base nos tipos de clima, solo, biomas e necessidades de irrigação.

Está previsto, ainda, um calendário para redução gradual, até 2017, da queimada da cana-de-açúcar em áreas onde a colheita é mecanizada, proibindo o plantio na Amazônia, no Pantanal, na Bacia do Alto Paraguai (BAP) e em áreas com cobertura vegetal nativa.

  

A expansão do setor automobilístico e o uso crescente dos carros flex (bicombustíveis)  é o principal fator de crescimento da produção de etanol no Brasil. A estimativa é que 74% dos veículos vendidos no Brasil sejam desse tipo em 2017.

As exportações do etanol brasileiro são concentradas em basicamente três mercados: União Europeia, Estados Unidos e Japão. A participação brasileira no volume total comercializado de etanol atinge de forma direta 53% da quantidade total vendida.

O Brasil não importa açúcar e etanol e é responsável por 61,8% das exportações de açúcar de cana no mundo.

Conteúdos Relacionados

Notícias

Meteorologia 16/12/2013 18:00 Possibilidade de chuva em vários estados do país
Agronegócio 16/08/2012 06:59 Café representa 6,7 % nas exportações do setor de janeiro a julho de 2012
Vegetal 19/04/2012 14:39 Mapa autoriza inscrição de 23 espécies em cadastro oficial
Comercialização 18/01/2011 15:37 Leilões garantem abastecimento e preço ao produtor
Exportações 14/01/2011 08:30 Mercado internacional amplia preferência por café brasileiro

Atendimento ao Agricultor 0800 704 1995

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Esplanada dos Ministérios - Bloco D - Brasília/DF - CEP: 70.043-900 - Fone: (61)3218-2828