É necessário utilizar um navegador com suporte a javascript para poder navegar em algumas funcionalidades do portal.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA 

Enter your user name and password to login.
User Name
Password

Página Inicial > Vegetal > Culturas > Café

Café

O café, no Brasil, destaca-se econômica e socialmente desde a chegada das primeiras mudas vindas da Guiana Francesa, em meados do século XVIII. Diante de sua rápida adaptação ao solo e clima, o produto adquiriu importância no mercado, transformando-se em um dos principais itens de exportação, desde o Império até os dias atuais. A princípio restrita aos Estados do Pará e do Maranhão, a produção de café se expandiu e, atualmente, são 15 Estados produtores, com destaque para Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Bahia, Paraná e Rondônia.

Devido à diversidade de regiões ocupadas pela cultura do café, o País produz tipos variados do produto, fato que possibilita atender às diferentes demandas mundiais, referentes ao paladar e até aos preços. Essa diversidade também permite o desenvolvimento dos mais variados blends, tendo como base o café de terreiro ou natural, o despolpado, o descascado, o de bebida suave, os ácidos, os encorpados, além de cafés aromáticos, especiais e de outras características.

O setor cafeeiro conta com o Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), criado pelo Decreto-Lei nº 2.295/86 e estruturado pelo Decreto nº 94.874/87, que se destina ao desenvolvimento de pesquisas, ao incentivo à produtividade e à competitividade dos setores produtivos, à qualificação da mão de obra e à publicidade e promoção dos cafés brasileiros, nos mercados interno e externo, priorizando as linhas de financiamento para custeio, colheita, estocagem e aquisição de café, entre outros instrumentos de política agrícola.

Em parceira com este Ministério, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), por intermédio da unidade Embrapa Café, coordena o Consórcio Pesquisa Café, o qual tem como objetivo o desenvolvimento de tecnologias que promovam sustentabilidade, competitividade, inovação e desenvolvimento tecnológico da cafeicultura brasileira.

Em 2013 foram disponibilizadosas linhas de crédito para financiamento do setor cafeeiro, com recursos do Funcafé de até R$ 3,160 bilhões, a saber: Custeio - R$ 650 milhões, Estocagem - R$ 1,14 bilhão, Aquisição de Café (FAC) - R$ 500 milhões, Contratos de Opções e de Operações em Mercados Futuros - R$ 50 milhões, Capital de Giro para Indústria de Café Solúvel - R$ 150 milhões, Capital de Giro para Indústria de Torrefação - R$200 milhões, Capital de Giro para Cooperativa de Produção - R$ 450 milhões, e Recuperação de Cafezais Danificados - R$ 20 milhões. Os beneficiários dessas linhas são produtores, cooperativas, indústrias torrefadoras e de café solúvel, beneficiadores e exportadores. 

Saiba mais

  

Mercado Interno

Projeções do ministério indicam que o consumo interno de café deve crescer 2,62% ao ano, na próxima década, devido ao aumento da produtividade. O consumo médio no Brasil é de 4,3 quilos de café torrado e moído por habitante/ano.

Exportação

Os principais destinos das exportações brasileiras de café são Alemanha, Estados Unidos, Itália e Japão. O Brasil supre 32% do mercado mundial em grão in natura, seguido do Vietnã, Colômbia, Indonésia e Guatemala.

Conteúdos Relacionados

Notícias

Meteorologia 16/12/2013 18:00 Possibilidade de chuva em vários estados do país
Agronegócio 16/08/2012 06:59 Café representa 6,7 % nas exportações do setor de janeiro a julho de 2012
Vegetal 19/04/2012 14:39 Mapa autoriza inscrição de 23 espécies em cadastro oficial
Comercialização 18/01/2011 15:37 Leilões garantem abastecimento e preço ao produtor
Exportações 14/01/2011 08:30 Mercado internacional amplia preferência por café brasileiro

Atendimento ao Agricultor 0800 704 1995

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Esplanada dos Ministérios - Bloco D - Brasília/DF - CEP: 70.043-900 - Fone: (61)3218-2828