Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Selo único poderá identificar Indicações Geográficas brasileiras

Notícias

Selo único poderá identificar Indicações Geográficas brasileiras

IGs

Encontro de especialistas discutirá essa possibilidade
publicado: 01/08/2018 17h23 última modificação: 01/08/2018 17h23

Especialistas vão se reunir nesta quinta (2) e sexta-feira (3), na sede do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), no Rio de Janeiro, para discutir a possibilidade de utilizar um selo único para Indicações Geográficas (IGs) no Brasil. O evento está sendo organizado pela Coordenação de Indicação Geográfica de Produtos Agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), INPI e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

De acordo com a coordenadora de Indicação Geográfica de Produtos Agropecuários do Mapa, Patrícia MetzlerSaraiva, o encontro visa apresentar estudo realizado pela consultora portuguesa Ana Soeiro e discutir os impactos da implementação de um selo único para as IGs brasileiras, resultando em uma melhor comunicação com os consumidores de produtos com indicação geográfica (IG). 

O registro de IG, de responsabilidade do INPI, é concedido a produtos ou serviços cujos nomes geográficos tenham se tornado conhecidos por sua história, reputação ou qualidades conferidas exclusiva ou essencialmente pelo meio geográfico.

O seminário, que reúne técnicos de diferentes órgãos e instituições, além de representantes de IGs registradas está sendo realizado no âmbito dos Diálogos Setoriais, instrumento de cooperação entre União Europeia (UE) e o Brasil para a troca de conhecimentos, experiências e melhores práticas de natureza técnica e política em temas de interesse comum.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
imprensa@agricultura.gov.br

registrado em: ,