Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novos adidos agrícolas devem colaborar para aumento da participação brasileira no mercado externo

Notícias

Novos adidos agrícolas devem colaborar para aumento da participação brasileira no mercado externo

Servidores

Treinamento foi iniciado nesta segunda-feira e vai até novembro
publicado: 21/08/2017 19h23 última modificação: 21/08/2017 19h23
Secretário-executivo do Mapa Eumar Novacki participou do primeiro dia do treinamento

Secretário-executivo do Mapa Eumar Novacki participou do primeiro dia do treinamento

Contribuir para ampliar a participação brasileira no mercado internacional é a missão dos novos adidos agrícolas que iniciaram treinamento, nesta segunda-feira (21), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Eles atuarão, inicialmente, na Argentina, África do Sul, Arábia Saudita, China, Coréia do Sul, Índia, México, Rússia, Vietnã e Tailândia, países estratégicos do agronegócio brasileiro.

A missão será estendida a novos países, até 2019. O treinamento foi organizado juntamente com o Ministério das Relações Exteriores (MRE) para os integrantes de listas tríplices de servidores. No total, serão 25 adidos cobrindo 41 países até 2019. O secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, que participou do primeiro dia do treinamento, disse que “o grande desafio é mostrar para o mundo como produzimos no Brasil, com eficiência, qualidade, sustentabilidade e responsabilidade social”.

Novacki destacou que a escolha de novos adidos agrícolas faz parte da estratégia para que o Brasil em cinco anos aumente a participação de 7% no mercado agrícola mundial para 10%. O secretário de Relações Internacionais, Odilson Luis, ressaltou a importância da sustentabilidade da produção agrícola brasileira, "que irá agregar mais valor aos nossos produtos".

Participaram do evento o presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes, o presidente da Conab, Francisco Marcelo Rodrigues Bezerra, a secretária-executiva da Camex, Marcela Santos Carvalho e o diretor do departamento econômico do MRE, Pedro Miguel da Costa e Silva. O treinamento dos novos adidos será realizado no Mapa e no Instituto Rio Branco, e deverá ser concluído até 1º de novembro.


Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br