Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novacki visita duas unidades da Embrapa no interior de São Paulo

Notícias

Novacki visita duas unidades da Embrapa no interior de São Paulo

Pesquisa

Áreas voltadas para meio ambiente e tecnologia contribuem para o avanço da agricultura
publicado: 03/10/2018 10h01 última modificação: 03/10/2018 10h09
Eumar Novacki e equipe durante reunião na Embrapa

Eumar Novacki e equipe durante reunião na Embrapa

 O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, esteve nesta terça-feira, 2, no estado de São Paulo, onde visitou a Embrapa Informática Agropecuária, em Campinas, e a Embrapa Meio Ambiente que tem sua sede em Jaguariúna, também no interior paulista.

Em Jaguariúna, Novacki e comitiva participaram de uma reunião técnica em que foram apresentadas pesquisas e soluções desenvolvidas na área de tecnologia da informação e comunicação (TIC) aplicada à agricultura. A chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária, Silvia Massruhá, e a equipe técnica do centro de pesquisa da Embrapa, demonstraram tecnologias baseadas em inteligência artificial e visão computacional usadas para a identificação de doenças em plantas, classificação de grãos, detecção automática de frutos e estimativa da biomassa em pastagens.

Também foram apresentados o Zoneamento Agrícola de Risco Climático, tecnologias associadas à avaliação e gestão de riscos agropecuários e a plataforma WebAgritec - um sistema de suporte a tomada de decisão que vem sendo utilizado por empresas estaduais de assistência técnica e extensão rural para apoiar em diferentes etapas do planejamento e condução de cultivos agrícolas.

Durante a reunião, foram apresentados ainda o sistema SATVeg, que permite a observação de séries temporais de índices de vegetação por meio de imagens de satélite, oferecendo apoio a atividades de monitoramento agrícola e ambiental em todo o território brasileiro, e o WebGIS desenvolvido pelo projeto TerraClass, com informações sobre a dinâmica do uso e cobertura da terra na região da Amazônica Legal.

O diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) do Mapa, Alexandre Pontes, conheceu o potencial desenvolvimento de ferramentas para otimizar a fiscalização por meio de novas tecnologias desenvolvidas pela unidade da Embrapa.

O secretário visitou ainda os laboratórios de automação e o data center da Embrapa Informática Agropecuária. A reunião contou com a participação da diretora executiva de Gestão Institucional da Embrapa, Lúcia Gatto.

Embrapa Meio Ambiente

Novacki também esteve na Embrapa Meio Ambiente, em Jaguariúna, onde foi recebido pelo chefe geral, Marcelo Morandi, além de representantes da pesquisa.

O secretário conheceu as rotas de pesquisa na geração de produtos e serviços e como aproximar esses ativos junto à iniciativa privada.

Morandi apresentou a Agenda de Prioridades em Mudanças Climáticas e Agricultura Recursos naturais e Sustentabilidade de sistemas produtivos, Avaliação de impacto e gestão ambiental na agricultura, Bioprospecção e biotecnologia ambiental.

Morandi também apresentou os destaques da pesquisa da Unidade, como a Produção Integrada de Morango – PIMo, processo que oferece alternativas ao sistema convencional de produção com o objetivo principal de racionalizar o uso de agrotóxicos, estimular o equilíbrio do ecossistema e manter a qualidade e a segurança dos produtos, as patentes do Sistema de Pulverização Eletrostática, método de pulverização que aumenta em até 70% a eficiência da aplicação de agrotóxicos reduzindo custo dos tratamentos fitossanitários e diminui o impacto ambiental negativo, além do aplicativo AgroTag para dispositivos Android, e a Plataforma WebGis, usado na qualificação de integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF).

O aplicativo permite ao usuário tenha oportunidade de acessar em campo as informações cadastradas pelo setor rural do país e disponibilizadas pelo Serviço Florestal Brasileiro.

Ainda foram apresentados à comitiva do Mapa, outras ações que são desenvolvidas na Unidade, prospecção de bioagentes para agricultura e uso farmacológico, o Manejo Integrado de Pragas, controle biológico, controle de pragas Quarentenárias, agrofloresta e agroecologia, novos compostos da biodiversidade, e o Agricultura de Baixo Carbono, dentre outras, como a RenovaCalc, calculadora de C do RenovaBio e o sistema Agridimensões, para gestão ambiental de propriedades rurais.

Mais informações à imprensa
Coordenação geral de Comunicação
imprensa@agricultura.gov.br