Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Rússia e Brasil discutem ampliação do agronegócio

Notícias

Rússia e Brasil discutem ampliação do agronegócio

Missão Internacional

Comitê Agrícola Russo-Brasileiro será fórum para aumentar trocas e países designarão facilitador para contato bilateral
publicado: 03/02/2017 18h50 última modificação: 10/02/2017 14h11
Exibir carrossel de imagens Eumar Novacki com o vice-ministro russo da Agricultura,  Evgeny Gromyko

Eumar Novacki com o vice-ministro russo da Agricultura, Evgeny Gromyko

Em missão na Rússia, o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, discutiu nesta sexta-feira (3), com o vice-ministro russo da Agricultura,  Evgeny Gromyko ampliar a cooperação no setor agrícola. Um dos fóruns sugeridos para estreitar o contato bilateral e discutir problemas da pauta de comércio foi o Comitê Agrícola Russo-brasileiro, que está sendo restabelecido e que se reunirá ordinariamente, em Brasília, na véspera da reunião deste ano da Comissão Russo-brasileira de Alto Nível de Cooperação.

A proposta é promover encontro separado para os representantes dos círculos de negócios dos dois países. Na conversa desta sexta-feira, houve concordância em aumentar a troca de produtos. Além dos trâmites diplomáticos, ficou acertado que serão feitos contatos de governo a governo diretamente por e-mail, sendo designado um facilitador exclusivo de ambas as partes para dar agilidade às demandas recíprocas e ainda o fechamento de uma parceria científica para pesquisas com a Embrapa.

Do lado brasileiro, há interesse em organizar a importação de trigo russo, uma vez que já foram estabelecidas questões de ordem fitossanitárias. Novacki visitará, em Moscou, a Prodexpo, feira internacional do setor de alimentação, a maior da Rússia e do Leste Europeu.

Uma missão russa virá ao Brasil, no próximo mês, a fim de reabilitar frigoríficos que já exportavam para o país. Ficou ainda definida ampliação de vendas do Brasil de lácteos, frangos e suínos e a facilitação para aquisição de fertilizantes russos. 

A equipe brasileira é integrada pelo secretário de Defesa Agropecuária, Luis Rangel, e por auditores credenciados na OIE (Organização Mundial de Saúde Animal). De acordo com o secretário, há reconhecimento mútuo das qualidades de certificação sanitária e da segurança alimentar dos dois países.

No encontro de duas das maiores agências de defesa agropecuária do mundo, grãos e carnes foram temas principais. E foram abordados temas de equivalência de sistemas sanitários entre os dois países. A reunião terminou com boas expectativas de ambos os lados para um aumento do mercado agropecuário.

Mais informações à imprensa:

Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br