Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministro interino anuncia recursos para agropecuária de Juiz de Fora e região

Notícias

Ministro interino anuncia recursos para agropecuária de Juiz de Fora e região

Desenvolvimento regional

Além de assinar protocolos de intenções, Novacki participou de encontro com produtores e prefeitos mineiros
publicado: 23/01/2017 15h29 última modificação: 30/01/2017 13h48

O ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, assinou nesta segunda-feira (23) dois protocolos de intenções com a prefeitura de Juiz de Fora (MG) voltados ao fortalecimento da atividade agropecuária, no total de R$ 3 milhões. A cooperação prevê ações de assistência técnica e extensão rural, cooperativismo, associativismo, capacitação, desenvolvimento produtivo, novas tecnologias e logística e estrutura na zona agrícola. Novacki também esteve do Encontro Regional Agropecuário, que contou com a presença de mais de 40 prefeitos da Zona da Mata Mineira.

Um dos protocolos, no valor de R$ 2 milhões, é voltado à execução do Programa Agro Mais Produtor Rural em Juiz e Fora e municípios da região. A Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo do Mapa e a Superintendência Federal de Agricultura de MG vão orientar as de assistência técnica e extensão rural, cooperativismo, associativismo, capacitação e desenvolvimento produtivo que serão implementadas.

O outro protocolo de intenções, no total de R$ 1 milhão, é destinado à melhoria de condição logística e estrutural do conjunto das propriedades rurais de Juiz de Fora. O Mapa também vai orientar as ações que serão desenvolvidas pela prefeitura. “Essa parceria visa a recuperar estradas vicinais e contribuirá para alavancar ainda mais o setor rural do município”, disse Novacki.

Plano Agro+

Na visita a Juiz de Fora, o ministro interino falou ainda sobre o Plano Agro+, lançado pelo Mapa no ano passado para desburocratizar e modernizar o agronegócio brasileiro. A iniciativa já conta com a adesão do Rio Grande do Sul e, em pouco tempo, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins também vão ter planos estaduais de desburocratização e simplificação de normas e procedimentos que envolve o setor agropecuário.  

De acordo com Novacki, que também coordena o Agro+, mais de 10 municípios já manifestaram interesse em ter versões locais do plano, que faz parte da estratégia de elevar de 6,9% para 10% a participação do Brasil no comércio agrícola mundial. “O plano foi idealizado pelo ministro Blairo Maggi, que trouxe a visão empresarial para o setor público, e já está fazendo diferença.”       
  
Além do ministro interino e do prefeito de Juiz de Fora, Bruno Siqueira, participaram da assinatura dos protocolos o secretário de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo do Mapa, José Dória, e o secretário municipal de Agropecuária e Abastecimento, Carlos Alberto Ramos Faria.

Embrapa Gado de Leite

Pela manhã, Novacki visitou a Embrapa Gado de Leite. O ministro interino conheceu um programa de monitoramento e controle da qualidade do leite no país, que analisa o que é produzido por região, município e estado. O programa é resultado de uma parceria público-privada (PPP).

Ainda na unidade da Embrapa, o ministro anunciou a disposição do Mapa de ampliar o apoio aos pequenos e médios produtores por meio do Programa Produção Integrada de Sistemas Agropecuários em Cooperativismo e Associativismo Rural (Pisacoop).

Além da cadeia de lácteos, o Pisacoop deverá beneficiar outros segmentos, como o de pescados. Na avaliação de Novacki, os pequenos e o médios agropecuaristas têm muito a contribuir no esforço para aumentar a presença do agronegócio brasileiro no mercado internacional. 

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br