Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministro em exercício discute com parlamentares medidas para setor cafeeiro

Notícias

Ministro em exercício discute com parlamentares medidas para setor cafeeiro

Frente parlamentar

Entre as propostas negociadas por Marcos Montes está a ampliação do apoio à comercialização ainda na atual safra, além de renegociação de dívidas dos cafeicultores
publicado: 07/05/2019 21h02 última modificação: 09/05/2019 12h35

O ministro em exercício Marcos Montes (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) recebeu, na noite desta terça-feira (07), integrantes da Frente Parlamentar do Café, da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), do Conselho Nacional do Café (CNC) e de outras entidades da cafeicultura para discutir medidas que ajudem a melhorar a situação dos produtores de café brasileiros, prejudicados pelo baixo preço do produto nos mercados nacional e internacional.

Entre as propostas que foram aceitas pelo Ministério estão a adoção de medidas para garantir preços remuneradores para o café ainda na atual safra. Para isso, está sendo desenvolvido um novo mecanismo de apoio à comercialização da safra.

Além disso, o Ministério da Agricultura se comprometeu a trabalhar junto ao governo para ampliar, no Orçamento de 2020, as verbas destinadas ao apoio à comercialização, para o caso de também ser necessária uma ajuda mais efetiva aos produtores de café na próxima safra. A Lei Orçamentária Anual de 2020 deverá ser encaminhada ao Congresso no início do segundo semestre, para votação até o fim do ano. Os valores que podem ser destinados para esta rubrica ainda estão sendo discutidos.

Uma terceira reivindicação da Frente Parlamentar do Café e das demais entidades do setor é a repactuação de dívidas dos cafeicultores. O governo está se preparando para anunciar, em breve, medidas para facilitar a renegociação de dívidas de todos os produtores rurais.

O ministro em exercício Marcos Montes disse que o Mapa vai se empenhar para encontrar maneiras de resolver o problema. “O governo está fazendo um grande esforço, capitaneado pela ministra Tereza Cristina, para buscar soluções para uma cultura que é importantíssima para o país, tanto do ponto de vista econômico quanto social. Os caminhos que estão se discutindo com os parlamentares e as entidades são bons. Neste momento de dificuldades que o setor vive é que nós temos de encontrar soluções. Temos de adotar medidas imediatas, mas sem comprometer o futuro. Nós sabemos que a produção aumenta a cada ano, e que o mercado precisa reagir a isso. Nós e os produtores precisamos ficar atentos ao futuro do mercado do café”, disse Montes.

Os deputados da Frente Parlamentar do Café passaram o dia reunidos na Câmara dos Deputados para fechar as propostas de consenso do setor cafeeiro para apresentar ao ministro em exercício da Agricultura, que participou da abertura da reunião, ainda pela manhã. À noite, os parlamentares apresentaram o documento a Marcos Montes em reunião que também contou com a participação do secretário de Política Agrícola do Ministério, Eduardo Sampaio Marques, e do presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Newton Araújo Júnior, além de diretores do Mapa e da Conab. 

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br