Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Ministério cria cadastro e manual para consultores ad hoc em defesa agropecuária

Notícias

Ministério cria cadastro e manual para consultores ad hoc em defesa agropecuária

Consultoria externa

Os consultores externos colaboram nas atividades técnico-científicas da Secretaria de Defesa Agropecuária
publicado: 30/09/2019 17h27 última modificação: 30/09/2019 17h36

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento criou cadastro de consultores ad hoc e aprovou o manual para o cadastro, conforme a Portaria Nº 191/2019. A medida tem o objetivo de contribuir com as atividades técnico-científicas no âmbito da Secretaria de Defesa Agropecuária.

A portaria contribui para complementar e qualificar a atuação da SDA com base em evidências científicas, colaborando assim para o aprimoramento dos serviços prestados.

A consultoria ad hoc é uma atividade técnico-científica, colaborativa, voluntária, específica e eventual. Os consultores externos, pertencentes a instituições públicas ou privadas, emitem pareceres em razão de sua experiência e de seus conhecimentos técnico-científicos, contribuindo para a tomada de decisão dos departamentos da SDA. A atuação como consultor ad hoc não configura qualquer tipo de vínculo empregatício com a administração pública. A participação será documentada por meio de certificado comprobatório. 

Ao longo dos últimos anos, a globalização e os crescentes desafios relacionados à saúde animal e à sanidade vegetal geraram importantes mudanças no ambiente agropecuário ao redor do mundo. O coordenador-geral de Avaliação de Risco e Inteligência Estratégica, João Paulo Haddad, destaca que  “para zelar pela sanidade agropecuária, desde o local da produção primária até a colocação do produto final no mercado num cenário de recursos humanos e financeiros limitados, é necessário aumentar a eficiência com foco na gestão do risco sanitário, adquirir novas habilidades e adotar novas estratégias com base em conhecimentos técnico-científicos.”

As áreas de conhecimento das consultorias ad hoc abordarão saúde e bem-estar animal, saúde pública veterinária, alimentação animal, sanidade vegetal, resíduos e contaminantes, insumos agrícolas, perigos biológicos, qualidade e tecnologia de produtos de origem animal, qualidade e tecnologia de produtos de origem vegetal, fraudes em alimentos, avaliação de risco, análise quantitativa e econômica de dados, epidemiologia, vigilância e controle na fronteira de produtos agropecuários, vigilância agropecuária internacional, Organismos Geneticamente Modificados - OGM, orgânicos, biossegurança e biosseguridade.

Os especialistas interessados deverão preencher o Formulário de Submissão para o Cadastro de Consultores ad hoc que será disponibilizado no  link:  http://sistemas.agricultura.gov.br/agroform/index.php/272649?lang=pt-BR

Informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br