Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mercado de carne foi afetado também pela proximidade da Páscoa e tributação em SP

Notícias

Mercado de carne foi afetado também pela proximidade da Páscoa e tributação em SP

Frigoríficos

São fatos que, além da operação da PF, alteraram o consumo, segundo Blairo Maggi
publicado: 31/03/2017 19h54 última modificação: 31/03/2017 22h13
Blairo Maggi visitou a feira de agronegócios e depois encontrou pecuaristas

Blairo Maggi visitou a feira de agronegócios e depois encontrou pecuaristas

Em Primavera do Leste (MT), onde visitou a feira de agronegócios Farm Show, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) aproveitou para falar com pecuaristas no Sindicato dos Produtores Rurais e tentou tranquilizá-los em relação ao comportamento do mercado em função da Operação Carne Fraca. Disse que internamente há outros dois fatores, além da Operação da Polícia Federal, afetando o consumo: a proximidade da Semana Santa e mudanças no regime de tributação em São Paulo. A partir de 1º de abril, as aquisições por parte das empresas passam a ser tributadas usando créditos que elas têm junto ao governo. Então, as compras estariam represadas, explicou.

Quanto ao mercado internacional, Maggi lembrou que os grandes importadores já reverteram suas posições, depois de receber informações detalhadas do Mapa e disse que vai viajar para conversar com os maiores clientes, com o objetivo de reconquistar a sua confianças . “Já neste mês de abril, uma equipe do Ministério da Agricultura estará em andamento e, no início de maio, vou também em missão pela Ásia, Europa e Oriente Médio”, afirmou.

“Estou vendo que alguns frigoríficos deram férias, adiaram abates. Temos preocupações com isso. É um trabalho difícil, mas que todos nós vamos fazer e é espero que tudo se normalize rapidamente”, disse o ministro.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br