Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mapa debate gestação coletiva de matrizes suínas

Notícias

Mapa debate gestação coletiva de matrizes suínas

Encontro será realizado durante a PorkExpo 2016, em outubro. Inscrições estão abertas

Bem-estar animal
publicado: 19/09/2016 13h12 última modificação: 08/12/2016 17h33

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai realizar, no dia 18 de outubro, um encontro sobre gestação coletiva de matrizes suínas, durante a PorkExpo 2016, em Foz do Iguaçu (PR). O evento reunirá profissionais do setor, pesquisadores e representantes do Mapa para debater os desafios e os casos de sucesso na implementação da técnica no país. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail comissao.bea@agricultura.gov.br. As vagas são limitadas.
  
A gestação coletiva de matrizes suínas consiste no alojamento em baias, onde as fêmeas têm espaço para exercer atividades sociais durante a maior parte do período de gestação. Em vez de serem mantidas em celas individuais, elas permanecem a maior parte da vida em grupo. Desta forma, as matrizes se movimentam mais. Isso reduz o estresse e melhora o tônus muscular, o que favorece o parto e diminui as lesões de articulações, pele, cascos e infecções urinárias.
 
“Além da melhoria da condição física e fisiológica, as fêmeas passam a interagir socialmente e ficam mais tranquilas.  Outra vantagem é a redução da mão de obra para o produtor”, avalia a representante da Comissão de Bem-Estar Animal da Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor Rural e Cooperativismo do Mapa, Liziè Buss.

Durante o encontro, também será concluído o projeto “Estratégias do Serviço Veterinário Oficial e setor privado para adoção da gestação coletiva de matrizes suínas”, por meio dos Diálogos Setoriais – uma parceria entre Brasil e Europa para troca de experiências em diversas áreas, entre elas a agropecuária. Por seu intermédio são desenvolvidas ações como estudos e atualização científica.
 
Ainda durante o encontro, os peritos Cleandro Pazinato Dias e Antonio Velarde Calvo vão apresentar as conclusões de alguns estudos. Além dos peritos do projeto, profissionais da agroindústria irão mostrar seus trabalhos para a melhoria do bem-estar para esses animais e da sustentabilidade da cadeia produtiva.

Em agosto passado, o Mapa promoveu o primeiro encontro sobre gestação coletiva de matrizas suínas, em Chapecó (SC), com participação de mais de 300 profissionais e formadores de opinião do setor suinícola. 

Além do ministério, o encontro também é promovido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Associação Brasileiros dos Criadores de Suínos (ABCS).
 

Mais informações à imprensa:
Assessoria de comunicação social
imprensa@agricultura.gov.br