Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mapa apresenta a parlamentares o Plano Estratégico de Febre Aftosa

Notícias

Mapa apresenta a parlamentares o Plano Estratégico de Febre Aftosa

Sanidade

Objetivo é criar e manter as condições sustentáveis para garantir o status de país livre da doença e ampliar as zonas livres sem vacinação
publicado: 06/06/2017 17h24 última modificação: 06/06/2017 17h24

O Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) apresentará nesta quarta-feira (07), em audiência pública no Senado Federal, o Plano Estratégico do Programa Nacional de Febre Aftosa 2017 a 2026 (PNEFA). O plano visa criar e manter as condições sustentáveis para garantir o status de país livre da doença e ampliar as zonas livres sem vacinação, protegendo o patrimônio pecuário.

De acordo com o diretor do Departamento de Sanidade Animal (DSA), Guilherme Marques, houve entendimento com mais de 300 representantes de segmentos do setor, como câmaras setoriais, instituições de ensino, serviços veterinários oficiais, indústriais, produtores e exportadores. “Agora, vamos dialogar com o Congresso, apresentando versão inicial. E, após colhermos e analisarmos todas as sugestões, pretendemos produzir até o fim do próximo mês de julho, a versão final”, destacou.

Segundo o diretor, os objetivos específicos do plano são tornar o país livre de febre aftosa sem vacinação com o reconhecimento internacional, de forma gradativa e regionalizada, levando em consideração as condições epidemiológicas, geográficas, político-econômicas, institucionais e técnico-operacionais. E, ainda, fortalecer as medidas de prevenção, aprimorar as capacidades do serviço veterinário oficial e as parcerias público-privadas, ampliando a participação comunitária no processo decisório e de prevenção à enfermidade.

Participarão da audiência representantes das comissões da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados e da Agricultura e Reforma Agrária do Senado Federal.

O evento ocorrerá a partir das 14 horas, no plenário 13, da ala Alexandre Costa, no Senado.


Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br