Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Mais de 178 quilos de produtos são apreendidos pela fiscalização agropecuária no aeroporto de Guarulhos

Notícias

Mais de 178 quilos de produtos são apreendidos pela fiscalização agropecuária no aeroporto de Guarulhos

Vigiagro

A ação contou com o trabalho do cão de detecção Thor e três técnicos de fiscalização federal agropecuária
publicado: 26/07/2019 16h48 última modificação: 26/07/2019 17h18
Exibir carrossel de imagens Produtos apreendidos no aeroporto de Guarulhos

Produtos apreendidos no aeroporto de Guarulhos

Mais de 178 quilos de produtos de ingresso proibido foram apreendidos no aeroporto de Guarulhos (SP) entre os dias 17 e 19 de julho. A ação contou com o trabalho do cão de detecção Thor e três técnicos de fiscalização federal agropecuária. Foram inspecionadas as bagagens de 4.015 passageiros, de 15 voos dos Estados Unidos, Europa, China, Canadá, Emirados Árabes, África do Sul, Turquia, Peru e Chile.

Até o final do ano, serão realizadas mensalmente estas ações nos aeroportos e portos brasileiros, para evitar o ingresso da peste suína africana. O cão Thor também deverá participar das inspeções.

A operação teve o apoio logístico da Polícia Federal e da Receita. As operações objetivam também o fortalecimento e otimização do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) com utilização de inspeção não invasiva de cargas e passageiros (abertura generalizada de bagagens e revista de passageiros com a separação apenas das bagagens suspeitas indicadas pelo cão), visando o aumento da eficácia, rapidez e segurança da fiscalização. A operação teve apoio da Polícia Federal e da Receita Federal.

Foram apreendidos em Guarulhos 131,57 kg de produtos em voos procedentes da China, entre vegetais, sementes, pescados, carnes, embutidos e produtos apícolas. Outros 47,14 kg de produtos apreendidos vieram de outros países

O Vigiagro considera o aeroporto de Guarulhos muito importante na inspeção de bagagens e passageiros, principalmente pelo fluxo e quantidade de passageiros oriundos de diversos países de risco para a agropecuária e pelo histórico de produtos apreendidos naquele local.

Cães

O índice de acerto de Thor tem alcançado 100% na detecção de bagagens suspeitas. Assim, por exemplo, num voo como o Emirates/Dubai, com 499 passageiros, se o faro do cão indicar somente 5% das bagagens a serem inspecionadas, serão pelo menos 20 malas que serão abertas. Mas como cada passageiro leva, em média, duas malas mais uma mochila ou bolsa, serão em média 60 bagagens para inspecionar.

A versatilidade dos cães é considerada grande, já que são capazes de vistoriar também correspondência, cargas, drogas e explosivos. O cão pode trabalhar ao longo do dia, com pequenos intervalos, reconhecendo cerca de 80 tipos de odores diferentes.

O índice de acerto de Thor tem alcançado 100% na detecção de bagagens suspeitas

 

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Janete Lima
imprensa@agricultura.gov.br