Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Maggi afirma que servidores envolvidos em irregularidades serão afastados de funções

Notícias

Maggi afirma que servidores envolvidos em irregularidades serão afastados de funções

Operação Lucas

Da Arábia saudita, onde se encontra em missão oficial, o ministro se manifestou em rede social
publicado: 16/05/2017 17h01 última modificação: 16/05/2017 17h01

Em viagem ao Oriente Médio, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) se manifestou por rede social sobre as operações da Polícia Federal realizadas nesta terça-feira (16), afirmando que servidores envolvidos em irregularidades serão afastados. Segue a íntegra do post feito no facebook do ministro:

“Estou acompanhando pela imprensa e tomando pé da Operação Lucas, deflagrada nesta terça pela a Polícia Federal, que desarticulou um esquema de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento . Estou em missão oficial na Arábia Saudita, mas o ministro interino, Eumar Novacki, está no Brasil.

Já estamos tomando as providências. Os envolvidos serão afastados imediatamente das funções e serão alvo de uma auditoria que poderá terminar com a exoneração dos cargos públicos. O Ministério acompanha e dá todo suporte à PF nas operações.

Já sabíamos que outros casos viriam à tona, uma vez que, após a Operação Carne Fraca, aumentamos o rigor nas apurações internas, fornecendo inclusive material de apoio à PF e MP.

Temos total interesse em extirpar do corpo de funcionários do Mapa, os servidores que mancham a imagem do órgão, não honram o compromisso de trabalhar pelo bem público e servir à sociedade. Por outro lado, tem muita gente trabalhando para mudar a situação e a imagem.”

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br