Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Leilões de trigo serão na quarta-feira

Notícias

Leilões de trigo serão na quarta-feira

Comercialização

Venda visa o escoamento da produção da região Sul
publicado: 16/01/2017 17h24 última modificação: 30/01/2017 14h02

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) dará continuidade às operações de apoio ao escoamento de trigo produzido na Região Sul do Brasil com mais dois leilões nesta quarta-feira (18).  

O primeiro será de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural ou suas Cooperativas (Pepro), pela venda e escoamento de 137,5 mil toneladas do produto, safra 2016/17. Em seguida, a Companhia fará a oferta de Prêmio para o Escoamento de Produto (PEP) para 52,5 mil toneladas de trigo em grãos, também da safra 2016/17.
Os leilões de Pepro e PEP de trigo vêm sendo realizados desde dezembro, em atendimento à demanda apresentada ao governo por representantes do setor.

Custeio

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Neri Geller, recebeu, nesta segunda-feira (16), representantes da cadeia produtiva do trigo. No encontro, os participantes reivindicaram a continuidade dos leilões (Pepro) e (PEP), como os que ocorrerão nesta quarta-feira. Propuseram reajuste no valor do prêmio que, no último leilão em 4 de janeiro, foi de R$ 208/tonelada. 

“O Ministério da Agricultura vai fazer tudo o que for possível para atender as reivindicações do setor e beneficiar o produtor rural, visando garantir o preço mínimo”, salientou Geller.
Durante a reunião, o setor também solicitou prorrogar as operações de custeio agrícola para o trigo com vencimentos em janeiro, fevereiro e março para  pagamento único em abril.

Outro pleito foi com relação à autorização e à liberação de recursos para Aquisições do Governo Federal (AGF) para o trigo, para atender a pequenos produtores que têm dificuldade de participar dos leilões de Pepro.

Estiveram presentes representantes da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Associação das Empresas Cerealistas do RS (Acergs), cooperativas gaúchas representadas pela OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras), cooperativas do Paraná (Ocepar) e técnicos  do Ministério da Fazenda e de demais órgãos do Governo Federal.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
imprensa@agricultura.gov.br