Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Irrigação por gotejamento usada no Brasil pode ajudar agricultura de Cabo Verde

Notícias

Irrigação por gotejamento usada no Brasil pode ajudar agricultura de Cabo Verde

Internacional

Sugestão foi dada por Maggi ao colega cabo-verdiano Gilberto Silva para compensar escassez de água. Além disso, propôs cooperação técnica da Embrapa
publicado: 22/11/2017 14h17 última modificação: 22/11/2017 18h18
Kits de irrigação por gotejamento foram recomendados pelo ministro Maggi e terão recursos adicionais em 2018 no Mapa

Kits de irrigação por gotejamento foram recomendados pelo ministro Maggi e terão recursos adicionais em 2018 no Mapa

Um convênio de cooperação técnica entre a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e o governo de Cabo Verde foi uma das sugestões do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, ao seu contraparte, o ministro Gilberto Silva, como solução para compensar problemas de estiagem enfrentados no país africano.

Durante audiência nesta quarta-feira (22) em seu gabinete em Brasília, Maggi ouviu do colega que 99,7% das atividades agrícolas em Cabo Verde são familiares e que, por causa do baixo índice pluviométrico na região, a reserva hídrica subterrânea baixou a quase dois quintos.

Diante das dificuldades criadas pela seca no arquipélago, Maggi sugeriu ao colega cabo-verdiano o uso de kits de irrigação por gotejamento de tecnologia israelense. O Mapa tem distribuído esses kits a pequenos agricultores com resultados eficientes. “Com pouco uso de água, a produção tem aumentando muito nas propriedades que utilizam a tecnologia”, observou o ministro.

A resposta positiva desse tipo de irrigação, de acordo com Blairo Maggi foi determinante para a sua decisão de ampliar o programa no próximo ano, destinando mais recursos do orçamento para compra, distribuição e treinamento dos pequenos agricultores para uso dos kits.

Mais Alimentos

Silva pediu ao Mapa apoio para que Cabo Verde ingresse no programa Mais Alimentos Internacional, voltado para o financiamento de maquinário e equipamento para agricultores familiares africanos.

O Mais Alimentos Internacional é uma iniciativa intersetorial do Governo brasileiro que contempla três áreas de trabalho: cooperação técnica; financiamento para exportação de máquinas e equipamentos agrícolas e relacionamento com o setor industrial para a aquisição desses equipamentos.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br