Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Geller faz palestra no Florestar 2017, nesta sexta, em Cuiabá

Notícias

Geller faz palestra no Florestar 2017, nesta sexta, em Cuiabá

Agropauta

publicado: 14/09/2017 17h02 última modificação: 14/09/2017 17h06

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller, participa nesta sexta-feira (15), em Cuiabá (MT) da Florestar 2017 Mercado e Novos Negócios Florestais. O evento é promovido pela Associação de Reflorestadores de Mato Grosso (Arefloresta) e o Serviço de Nacional de Aprendizagem Rural (Senar MT).

O secretário fará palestra às 9h30 no painel de abertura Perspectivas Econômicas e Educacionais para o Desenvolvimento Florestal, no teatro Zumira Canavarros, na capital mato-grossense. 

O Brasil é líder em produtividade em florestas plantadas, graças às condições de clima e de solo adequados e aos investimentos em pesquisa genética e técnicas de manejo. A produtividade do eucalipto passou de cerca de 12 m³/ha/ano, em 1970, para os atuais 39 m³/ha/ano.

O setor brasileiro de florestas tornou-se, nos últimos anos, um dos mais relevantes no cenário global. Com uma área de 7,8 milhões de hectares de árvores plantadas, é responsável por 91% de toda a madeira produzida para fins industriais no país e um dos que apresenta maior potencial de contribuição para a construção de uma economia verde. Mato Grosso tem se destacado na produção de florestas plantadas.

De janeiro a agosto deste ano, os produtos florestais - quarto lugar no ranking das exportações do agronegócio brasileiras - bateram recorde, tanto no valor embarcado (US$ 7,38 bilhões/+10%), quanto no volume de vendas (14,74 milhões de toneladas/+4,5%). O principal produto do setor foi a celulose, que foi responsável por US$ 4,08 bilhões em exportações (+12,3%), recorde para o período de análise. Além do recorde em valor, a quantidade exportada também atingiu volume recorde para o período de janeiro a agosto. Foram 9,34 milhões de toneladas exportadas de celulose (+5%). Também foram exportados no setor: madeira e suas obras (US$ 2,05 bilhões; +12,6%) e papel (US$ 1,25 bilhão; 0%).

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
imprensa@agricultura.gov.br