Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Encontros de Oportunidades vão conectar agricultores familiares com grandes investidores

Notícias

Encontros de Oportunidades vão conectar agricultores familiares com grandes investidores

Agricultura familiar

Objetivo é ampliar a comercialização de produtos gerados a partir do uso sustentável dos recursos naturais
publicado: 03/09/2019 09h00 última modificação: 02/09/2019 19h53

A Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento vai realizar nos meses de novembro e dezembro três Encontros de Oportunidades: dois na Região Nordeste e um na Região Norte do país, em municípios estratégicos com oferta e demanda de produtos da sociobiodiversidade. O objetivo é conectar pequenos e médios agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais, com grandes investidores e possíveis compradores, visando a geração de novos negócios e oportunidades.

No Nordeste, os encontros serão nos dias 18 e 25 de novembro. Os locais ainda serão definidos. No Norte, o encontro será no dia 9 de dezembro, em Belém (PA). Nessa segunda-feira (2), a ministra Tereza Cristina defendeu a bioeconomia como forma de promover o desenvolvimento da Amazônia. 

Por meio do Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade, os encontros serão levados para as cinco regiões do país, contemplando empreendimentos da agricultura familiar em todos os biomas brasileiros, com o apoio de instituições públicas e privadas, locais e nacionais. O intuito é ampliar a comercialização de produtos da sociobiodiversidade, gerados a partir do uso sustentável dos recursos naturais, garantindo renda e inclusão produtiva para as famílias, e promovendo a manutenção e valorização de suas práticas e saberes. 

A Coordenação-Geral de Extrativismo do Departamento de Estruturação Produtiva da SAF, em conjunto com instituições parceiras, como a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Cooperação Técnica Alemã (GIZ), fará o mapeamento dos empreendimentos que ofertam produtos da sociobiodiversidade e de potenciais compradores, que serão previamente contatados por membros da organização dos Encontros.

“Estamos viabilizando estes espaços para impulsionar a interação entre o setor empresarial e os empreendimentos da agricultura familiar, povos e comunidades tradicionais, com o objetivo de fomentar as relações comerciais e promover os produtos gerados a partir de recursos da biodiversidade. A intenção é criarmos ambientes propícios para que sejam realizados negócios e parcerias”, explica o secretário Fernando Schwanke.

Início

A realização dos Encontros teve início em maio deste ano, no evento Green Rio, quando o Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade foi lançado por Schwanke, no Rio de Janeiro. O Mapa viabilizou a participação de 13 empreendimentos da agricultura familiar, produtores de diversos tipos de alimentos e matérias-primas, que puderam trocar informações e realizar articulações para futuros negócios durante a atividade.

Na ocasião, ocorreu a formalização do Protocolo de Intenção de Compra de pimenta rosa da Associação dos Lavradores do Assentamento Ademar Moreira, de São Pedro da Aldeia, no Rio de Janeiro, pela empresa de cosméticos orgânicos Cativa Natureza, do Paraná. Outros cinco empreendimentos saíram com negociações encaminhadas.  

Workshop

Com o objetivo de alinhar as próximas atividades, a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, em parceria com a Conab, realizou, na última semana o Workshop de Construção da Metodologia dos Encontros de Oportunidades, que contou com a participação e colaboração de representantes dos órgãos e instituições parceiras, como o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Conselho Nacional de Populações Tradicionais (CNS), a Agência de Cooperação Alemã (GIZ), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Rede Cerrado, o Instituto Conexões Sustentáveis (Conexsus) e o portal Planeta Orgânico.

Informações à imprensa: 
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br