Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Em ano de baixa, produção de café será de 44,97 milhões de sacas

Notícias

Em ano de baixa, produção de café será de 44,97 milhões de sacas

Previsão de Safra

Já era esperada queda de 12,5% em relação ao ano anterior
publicado: 21/12/2017 15h53 última modificação: 21/12/2017 15h54
Rodolpho Cavalheiro

A safra brasileira de café em 2017 está estimada em 44,97 milhões de sacas de 60 kg, com uma redução de 12,5% em relação ao ano anterior, quando atingiu 51,37 milhões. A área colhida também caiu. A redução foi de 4,3%, resultando em 1,87 milhão de hectares. O fechamento da safra 2017 foi divulgado nesta quinta-feira (21), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A queda nos números pode ser explicada pela bienalidade negativa do café arábica, cultivar que responde por 76,2% da produção total e alterna uma safra alta com outra baixa, em ciclos bienais. O ano de 2017 foi de baixa, e a produção ficou em 34,25 milhões de sacas, com queda de 21,1% em relação à safra 2016.

A produtividade média do arábica também caiu para 23,07 sacas por hectare, 18,8% menor do que a da safra anterior. A área colhida recuou 2,7%, e ficou em 1,48 milhão de hectares.

Já a produção de café do tipo conilon chegou a 10,72 milhões de sacas, com aumento de 34,2% sobre a safra anterior. A produtividade média também foi positiva, tendo em vista a recuperação da lavoura frente a forte escassez de chuvas dos últimos anos. A média atingiu 28,1 sacas/hectare, 49,4% acima das 18,81 sacas por hectare do ciclo anterior. A área colhida de conilon foi de 381,58 mil hectares, 10,2% inferior à da safra passada.

Em Minas Gerais, principal estado produtor, a produção caiu 20,4% em relação à safra 2016, com 24,10 milhões de sacas de arábica e 343,7 mil de conilon, totalizando 24,45 milhões de sacas.

No Espírito Santo, segundo maior produtor, a queda na safra é de 1,1%, em razão da falta de mudas para plantio e dos efeitos da bienalidade negativa no café arábica. O estado produziu 5,92 milhões de sacas de conilon e 2,95 milhões de arábica, total de 8,87 milhões de sacas.
A pesquisa foi realizada nos estados produtores entre o dia 26 de novembro e 9 de dezembro.

Mais informações para a Imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br

registrado em: , , ,