Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Doria defende sustentabilidade para maior participação no mercado de alimentos

Notícias

Doria defende sustentabilidade para maior participação no mercado de alimentos

Produção integrada

O secretário participou de evento na Embrapa que faz parte do Quadro de Programas de 10 anos sobre Padrões de Consumo e Produção definido na Conferência das Nações Unidas (Rio + 20)
publicado: 07/11/2017 18h51 última modificação: 08/11/2017 13h31
Seminário aberto pelo secretário continua até quinta-feira

Seminário aberto pelo secretário continua até quinta-feira

"Produção integrada é a possibilidade de fazer agricultura sustentável e de expandir a participação do Brasil no mercado mundial de alimentos", disse hoje José Dória, secretário de Mobilidade Social, do Produtor Rural e do Cooperativismo do Mapa. Dória participou nesta terça-feira (7), em Brasília, do seminário “Sistemas Alimentares – Programas sobre Consumo e Produção Sustentável”, promovido pela Embrapa e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

“Poucas vezes temos oportunidade para a troca de conhecimentos, como essa, em favor do nosso Brasil e de todo o mundo”, disse o secretário. “Todos têm muito a contribuir e em encontros como esse a relação é ganha–ganha”. O evento faz parte do 10YFP (Quadro de Programas de 10 anos sobre Padrões de Consumo e Produção Sustentáveis) definido por chefes de Estado na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio + 20), em 2012.

No Sistema de Produção Integrada é privilegiado o uso de recursos naturais e a substituição de insumos poluentes, garantindo sustentabilidade e rastreabilidade na etapa primária da cadeia produtiva.

Na abertura do seminário, que segue até quinta-feira (9/11), foi assinado pelo secretário José Dória e pelo diretor de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Celso Moretti, o Termo de Execução Descentralizada (TED), que garante à Embrapa investimentos de R$ 1,28 milhão, parcelados até 2020.

É o segundo TED destinado à Produção Integrada – PI Brasil. O primeiro foi executado em 2016 e 2017, no valor de R$ 725 mil. O Mapa coordena ações da PI Brasil e a Embrapa atua como braço tecnológico de suporte dessa política pública.

Em paralelo ao evento, acontecem o XIII Seminário Brasileiro de Produção Integrada de Frutas e o V Seminário de Produção Integrada Agropecuária. Os debates estão sendo transmitidos pela internet.

 

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br