Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Com apoio do Mapa, ABCZ vai ampliar processo de avaliação genômica do gado zebu brasileiro

Notícias

Com apoio do Mapa, ABCZ vai ampliar processo de avaliação genômica do gado zebu brasileiro

Genotipagem

Associação já realizou, em parceria com a Embrapa, mais de 82 mil genotipagens, e tem a expectativa de chegar a 400 mil nos próximos três anos
publicado: 01/08/2019 14h45 última modificação: 01/08/2019 14h45
Antônio Araújo/Mapa A ministra se reuniu nesta terça-feira com a diretoria da ABCZ, em Brasília

A ministra se reuniu nesta terça-feira com a diretoria da ABCZ, em Brasília

Por determinação da ministra Tereza Cristina, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai ajudar a obter os recursos necessários para a ampliação do Projeto Genômica, desenvolvido pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ) e pela Embrapa. A avaliação genômica tem o objetivo de melhorar a qualidade do bovino e selecionar animais geneticamente superiores.

A ministra se reuniu nesta terça-feira (1º) com a diretoria da ABCZ, em Brasília, e disse que é importante levar adiante o processo de genotipagem do zebu brasileiro, para aumentar sua qualidade e ampliar o mercado de exportação de carnes do país.

A ABCZ  informou à ministra que já realizou a avaliação genômica de mais de 82 mil exemplares de zebu, e tem a meta de chegar a 400 mil genotipagens e ultrassonografias de carcaça nos próximos três anos, em parceria com a Embrapa. “Não podemos deixar que o Brasil perca a liderança mundial na genética do gado zebu”, disse o superintendente da entidade, Jairo Machado Borges Furtado. Para ele, há grande possibilidade de aumentar o mercado mundial de zebu, já que a produção de angus tem pouca possibilidade de expansão no Hemisfério Norte.

Na reunião, também foi discutida a certificação zootécnica para liberação da comercialização de sêmen de touros e o protocolo entre Brasil e Índia para exportação de embriões. O ministério vai elaborar uma nova recomendação técnica para a certificação dos reprodutores. A ministra pediu ao diretor do Departamento de Saúde Animal e Insumos Agropecuários, Geraldo Moraes, um estudo sobre o assunto.

A ministra recebeu de presente uma réplica dourada da vaca sagrada indiana, a Nandi, além de troféus comemorativos dos 100 anos da ABCZ e da 85ª ExpoZebu, realizada em Uberaba (MG), no fim de abril.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br