Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Brasil busca mercados em países da África para produtos lácteos

Notícias

Brasil busca mercados em países da África para produtos lácteos

Negociações internacionais

Acordo Mercosul - Sacu (União Aduaneira formada pela África do Sul, Namíbia, Botsuana, Lesoto e Suazilândia) assegura preferências tarifárias a mercadorias brasileiras
publicado: 29/06/2018 17h50 última modificação: 29/06/2018 17h50
Missão será encerrada no domingo (1º  de julho)

Missão será encerrada no domingo (1º de julho)

Pela primeira vez, uma missão comercial de prospecção brasileira está nas cidades de Johannesburgo (África do Sul), Gaborone (Botsuana) e Windohoek (Namíbia) com objetivo de promover produtos do agronegócio com foco, principalmente, em lácteos (leite em pó, queijos, iogurtes, requeijão) para ampliar as exportações.

Delegação, formada por representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e de cooperativas agropecuárias do Mercosul, participa de reuniões com órgãos do governo e de rodada de negócios com associações e empresas importadoras. A missão se encerra neste domingo (1º de julho).

De acordo com o secretário de Mobilidade Social, Produtor Rural e Coooperativismo do Mapa, José Doria, a missão visa ampliar exportações, aproveitando acordo de comércio entre os dois blocos, e traçar estratégias para ação conjunta na região. Acordo Mercosul - Sacu (União Aduaneira formada pela África do Sul, Namíbia, Botsuana, Lesoto e Suazilândia) assegura preferências tarifárias a produtos brasileiros, possibilitando acesso a um mercado de cerca de 65 milhões de consumidores.

A delegação brasileira participou na última segunda-feira (25) da Feira Africa’s Big 7/ Saitex, em Joanesburgo. Com participação de 36 países, a feira comercial de alimentos e bebidas, reuniu fornecedores e compradores de vários segmentos de atividades de todo o continente africano.

Os principais produtos agrícolas exportados pelo Brasil para a região são soja, milho, sorgo, arroz, carnes de aves, fumo não faturado, açúcar, entre outros.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-geral de Comunicação Social
Inez De Podestà
imprensa@agricultura.gov.br