Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Arábia Saudita enviará delegação ao Brasil para prospectar negócios

Notícias

Arábia Saudita enviará delegação ao Brasil para prospectar negócios

Missão oficial

Blairo Maggi comandou delegação oficial ao país para estimular parcerias no agronegócio e em infraestrutura
publicado: 17/05/2017 19h10 última modificação: 18/05/2017 12h16
Exibir carrossel de imagens Reunião na Câmara de Comércio em Riad

Reunião na Câmara de Comércio em Riad

Em mesa redonda com o tema Investimento no Brazil – Agronegócio e Infraetrutura , na Arábia Saudita, o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) fez um relato sobre oportunidades de negócios e sobre a importância da agropecuária no país. Acompanhado de equipe do Mapa e de empresários, Maggi ouviu ao fim do encontro, nesta quarta-feira (17), do vice-presidente da Câmara de Comércio em Riad, Abdullah Mansour Al Shathry, que a Câmara vai preparar uma delegação para visitar o Brasil. A reunião antecede o encontro (B2B ou business-to-business) entre empresários brasileiros e sauditas, para discussão de projetos de investimento em áreas específicas do agro.

Al Shathry, considerou positivas as informações apresentados pelo ministro e disse que “se continuar, dessa forma, o Brasil será uma das cinco economias do mundo, em breve”. Blairo Maggi informou que o capital estrangeiro é respeitado no país, “podendo entrar e sair livremente” e que somente o lucro é tributado.

“O objetivo dessa viagem é ampliar os nossos negócios e agradecer pela oportunidade que nos deram nos últimos e pela confiança em nosso país”, disse Maggi. “Nós vivemos um momento de grandes transformações políticas e sociais também. O Brasil está se propondo a fazer reformas de base bastante profundas para maior solidez à economia”, afirmou.

O ministro destacou a participação de destaque no mercado mundial de alimentos e a capacidade dos brasileiros de lidar com diferentes costumes. “Isso fica demonstrado nos números da balança comercial, como o superávit agrícola”, observou.

Maggi informou sobre a legislação ambiental, a importância da preservação de 60% do território e de novas formas de produção integrada de lavoura e pecuária. E ainda sobre a sanidade da produção. “Seguimos todas as regras mundiais de segurança e de qualidade”.

Depois, Blairo Maggi foi recebido pelo seu colega Abdulraman Al-Fadly, titular da pasta do Meio Ambiente, Água e Agricultura (MEWA). Ambos reafirmaram compromissos da Arábia Saudita e do Brasil de seguirem firmes na cooperação para o comércio e a segurança alimentar. Abdulrahman al Fadly revelou interesse em aumentar parceria com empresas brasileiras.

O ministro visitou o SFDA - Saudi Food and Drug Authority, autoridade saudita para a defesa agropecuária, onde agradeceu o CEO da Saudi, Hisham bin Saad Al Jadhley, pela compreensão e suporte recebidos durante os eventos relacionados à Operação Carne Fraca, . A visita teve um simbolismo importante, de reafirmar laços de cooperação e de fortalecer a aproximação com o maior parceiro comercial no Oriente Médio, considerou o presidente da Embrapa. É mais uma etapa da "diplomacia para a cooperação e o comércio" que vem sendo executada pelo Mapa em parceria com o Itamaraty, disse Maurício Lopes.

Em missão ao Oriente Médio, Maggi esteve no Kuwait e visitará ainda Emirados Árabes e Catar. O ministro viaja acompanhado do presidente da Embrapa, Maurício Lopes, e do secretário de Relações Internacionais do Mapa, Odilson Silva.

Mais informações à imprensa:
Coordenação-Geral de Comunicação Social
imprensa@agricultura.gov.br