É necessário utilizar um navegador com suporte a javascript para poder navegar em algumas funcionalidades do portal.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA 

Enter your user name and password to login.
User Name
Password

Página Inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Noticia Aberta

Notícias


28/01/2016 17:54 44ª Reunião do CDES

Ministra apresenta potencial de crescimento do agronegócio ao Conselhão

Kátia Abreu destaca a conquista de novos mercados pelo Brasil e o aumento da demanda mundial por alimentos

A ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) participou nesta quinta-feira (28) da 44ª Reunião Ordinária do Pleno do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), o chamado “Conselhão”, no Palácio do Planalto. Ao falar sobre a participação do agronegócio na economia brasileira e as perspectivas de expansão do setor, a ministra pediu coragem aos empresários. "Vendendo lá fora, estamos fortalecendo indústria local e garantindo emprego. Precisamos vender como nunca. Precisamos encorajar os empresários a exportar", enfatizou.

Durante reunião do Conselho, o governo federal oficializou a liberação de R$ 10 bilhões em crédito de pré-custeio da próxima safra.

Kátia Abreu apresentou dados que mostram a força agronegócio, que responde por 46% das exportações, 25% dos empregos e 23% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. O Brasil é o maior produtor e exportador mundial de açúcar, café e suco de laranja, além de ser o maior exportador de etanol, carnes bovina e de frango.

Criado em 2003, o Conselhão é formado por 92 integrantes, que representam o setor empresarial, movimentos sociais, sindicatos e a sociedade civil.

Pujança

Os bons resultados do setor não beneficiam apenas o campo. O aumento da produção de alimentos, afirmou a ministra, contribui para a transferência de renda na sociedade urbana. Em 1961, a disponibilidade de alimentos per capita no país era de 89 kcal/dia. Em 2013, saltou para 434 kcal/dia.

"A agropecuária responde com vigor às políticas públicas", destacou a ministra ao mostrar que os produtores têm aderido cada vez mais a programas de incentivo ao crédito e ao seguro rural. Como consequência, acrescentou, o setor produz cada vez mais, com safras recordes ano após ano.

País quer elevar de 7,04% para 10% o seu comércio agropecuário global, diz Kátia Abreu 

Novos mercados

As negociações sanitárias coordenadas pelo Mapa em 2015 resultaram na abertura de mercados que há anos barravam produtos brasileiros, como a carne bovina. Juntos, os mercados conquistados no ano passado têm potencial para incrementar em US$ 1,9 bilhão as exportações do agronegócio.

Para 2016, a perspectiva é de que as negociações sanitárias representem aumento de US$ 2,5 bilhões por ano em exportações. Atualmente, o Brasil é responsável por 7,04% do comércio agropecuário mundial. "Chegaremos a 10% até 2018", assinalou a ministra.

Kátia Abreu ainda indicou os acordos comerciais negociados pelo Brasil que são considerados prioritários para o agronegócio. Entre eles, o do Mercosul com a União Europeia, o acordo tarifário entre Brasil e México e a ampliação do Mercosul-Índia.

Alimentos

A ministra mostrou também um estudo sobre o consumo de produtos agropecuários em 12 economias emergentes, onde a classe média e a demanda por alimentos tendem a crescer. Em todos os estratos da sociedade, haverá maior pressão por itens essenciais, como frutas, carnes e vegetais, mas também por bens supérfluos (bolos, biscoitos, sorvetes) e de saúde (lights, integrais, probióticos).

O Mapa, disse Kátia Abreu, manterá o foco nos 22 mercados prioritários que, juntos, respondem por 75% de todo o comércio internacional. Entre eles, estão parceiros tradicionais como Estados Unidos, União Europeia e China, mas também países pouco acessados como Índia, México, África do Sul, Vietnã e Turquia.

Veja aqui a apresentação feita pela ministra Kát ia Abreu no Conselhão.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de comunicação social
Priscilla Mendes
priscilla.mendes@agricultura.gov.br
imprensa@agricultura.gov.br

 


Palavras chave: conselhão reunião ministra Kátia Abreu apresentação Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social


Últimas Notícias


Atendimento ao Agricultor 0800 704 1995

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Esplanada dos Ministérios - Bloco D - Brasília/DF - CEP: 70.043-900 - Fone: (61)3218-2828