Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Sustentabilidade > Produção Integrada > O que é PI?

O que é PI?

publicado 10/01/2017 16h15, última modificação 10/01/2017 16h39

O Sistema de Produção Integrada Agropecuário da Cadeia Agrícola é focado na adequação dos processos produtivos para a obtenção de produtos vegetais e de origem vegetal de qualidade e com níveis de resíduos de agrotóxicos e contaminantes em conformidade com o que estabelece a legislação sanitária, mediante a aplicação de boas práticas agrícolas, favorecendo o uso de recursos naturais e a substituição de insumos poluentes, garantindo a sustentabilidade e a rastreabilidade da produção  agrícola na etapa primária da cadeia produtiva, que é passível de certificação pelo selo oficial “Brasil Certificado”.

A Produção Integrada - PI tem como estrutura básica as Boas Práticas Agrícolas - BPA, previstas nas Normas Técnicas Específicas –NTE e documentos auxiliares, como manuais, grades de agrotóxicos, cadernos de campo e de beneficiamento que promovem o atendimento e o respaldo aos marcos regulatórios oficiais do País.  Tais procedimentos visam oferecer garantias de eficácia na adoção das BPA, com ganhos de sustentabilidade, da conservação ambiental, de governança da produtividade, da competitividade e dos riscos quanto à segurança do agricultor, dos trabalhadores, e especialmente à saúde do consumidor.

Contatos: (61) 3218.2390 / producao.integrada@agricultura.gov.br 

PILARES DA PRODUÇÃO INTEGRADA – PI

O método: preconiza mecanismos que garantem a documentação, a formalização e a credibilidade do sistema de acreditação e da certificação;

O técnico: reúne tecnologias de produção, de gestão e de organização do sistema produtivo sustentável e comercialmente competitivo;

Consumo: preconiza mecanismos que garantem a participação social na concepção, na normatização e na gestão do sistema de produção capaz de garantir ao consumidor o pleno exercício de seus direitos.

Os Pilares da PI convertem-se nos seguintes resultados para consumidores envolvidos na cadeia agrícola:

  1. Produção de alimento seguro por meio da adoção de Boas Práticas Agrícolas;
  2. Processos e de produtos com rastreabilidade e origem;
  3. Processos de produção agrícola monitorados;
  4. Procedimentos técnicos construídos com o setor produtivo;
  5. Promoção do uso de tecnologias limpas;
  6. Viabilidade técnico-econômica e competitividade mercadológica;
  7. Conservação do meio ambiente;
  8. Higiene e segurança no trabalho;
  9. Capacitação técnica de profissionais e produtores envolvidos;
  10. Agregação de valores ao produto final.

 

POR QUE ADOTAR AS BPA E ADERIR À PRODUÇÃO INTEGRADA - PI?

A Produção Integrada - PI melhora a renda do agricultor e a competitividade mercadológica de seus produtos, por meio da adoção de Boas Práticas Agrícolas, que se baseiam na evolução gerencial, organizacional e tecnológica, a partir dos conhecimentos acumulados no sistema produtivo agrícola convencional, que abrange de mais de 90% da produção total de produtos vegetais e alimentos de origem vegetal. Estas transformações são objetos de diversas ações do MAPA, como o INOVAGRO (inserir link), que é um programa que apoia investimentos necessários à incorporação de inovação tecnológica nas propriedades rurais, em benefícios dos agricultores consumidores.

Ver Benefícios:

  1. Minimização de riscos climáticos, fitossanitários e de perda qualitativa na produção, redução de custos de produção e de seguro agrícola;
  2. Promoção de orientação e responsabilidade técnica na etapa de produção primária;
  3. Gestão de riscos à inocuidade dos alimentos nas fases de produção, colheita e pós-colheita;
  4. Embasamento legal para cumprimento, de forma preventiva, da legislação sanitária da ANVISA, na etapa produção primária dos alimentos de origem vegetal;
  5. Contribuição importante para a produtividade e o bem-estar do trabalhador rural;
  6. Atuação básica na preservação de recursos naturais no campo;
  7. Preservação sistemática dos fatores de conformidade e de qualidade na etapa de produção;
  8. Atuação sistemática na redução de perdas qualitativas e quantitativas na agricultura;
  9. Melhoria da renda dos agricultores pela redução dos custos na agricultura.

 

Veja também:

Passo a passo como aderir à Produção Integrada

Boas Práticas Agrícolas

registrado em: