Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026

publicado 04/04/2017 14h29, última modificação 03/08/2017 10h02

Como parte da revisão do Programa Nacional de Febre Aftosa (PNEFA), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) lança a versão inicial do Plano Estratégico para enfrentar os desafios da última etapa da erradicação da doença, consolidar a condição sanitária conquistada no país e, assim, contribuir com a proteção do patrimônio pecuário nacional, produzindo o máximo de benefícios aos atores envolvidos e toda sociedade brasileira. Para isso, conta com envolvimento de todos interessados nas discussões para elaboração da versão final.

Plano estratégico

 Baixe AQUI o Plano Estratégico do PNEFA 2017-2026.

Folder

 O folder do PNEFA 2017-2026 pode ser conferido AQUI.

Infográfico

 Clique na imagem para uma versão mais detalhada.

Análises de distribuição espacial de rebanhos e movimentação de animais suscetíveis à Febre Aftosa

Confira o estudo que consiste em um dos produtos que integram a prestação de serviços especializados pela Fundação Medicina Veterinária – FUMVET, no âmbito do Projeto de Caracterização dos sistemas produtivos brasileiros. O projeto é resultado de parceria entre a FUMVET, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu e a Associação Brasileira das Indústria Exportadoras de Carnes. O objetivo deste projeto é caracterizar os sistemas produtivos brasileiros das espécies suscetíveis à febre aftosa, com vistas à melhor compreensão da produção animal nacional, incluindo sua distribuição geográfica e seus fluxos internos. Tal caracterização utilizou dados sobre a movimentação animal intra e interestadual, além dos dados do cadastro de estabelecimentos rurais, mantidos pelos Serviços Veterinários Oficiais (SVO) de cada Unidade Federativa.

Baixe o Documento AQUI.

Atividades 

Acompanhe o cronograma de atividades AQUI.

Confira os dados de reuniões e manifestações AQUI.

Acompanhe o relatório do Banco de Contribuições - AGROFORM AQUI.