Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Boas Práticas e Bem-estar Animal > Equídeos

Equídeos

publicado 02/02/2018 15h59, última modificação 04/06/2018 09h31

Os trabalhos na equideocultura desenvolvidos pela CBPA objetivam melhorar a relação humano-animal, elevando o grau de bem-estar dos equídeos, especialmente com relação a práticas de manejo e treinamento. Adicionalmente, busca-se melhorar as práticas de transporte e abate das espécies.

 

Materiais técnicos

Manual de Boas Práticas de Manejo na Equideocultura

Guia Brasileiro de Boas Práticas para a Eutanásia De Animais

Manual de Boas Práticas para o Bem-estar Animal em Competições Equestres

 

Projetos

Projeto Boas Práticas e Capacitação em Equideocultura: projeto formalizado com a UFSC para multiplicação e divulgação das boas práticas na equideocultura para 300 produtores e profissionais da cadeia produtiva. O projeto consta no processo nº 21000.030326/2016-15 com repasse de R$162.000,00 e duração de 2 anos.

Projeto Boas Práticas e Capacitação em Bem-estar de Asininos: projeto formalizado com UFRSA, que tem como parceiros a USP, Donkey Sanctuary e a Universidade Positivo, processo nº 21000.030968/2016-14, com o objetivo de identificar alternativas de manejo humanitário da espécie e capacitação de multiplicadores e manejadores, bem como órgãos públicos envolvidos nas polítcas públicas voltadas para os asininos na região Nordeste. O valor tota do projeto é: R$ 399.826,68 com finalização prevista para 2020.

GT BEA da Câmara Setorial de Equideocultura: em reunião dia 12/08/14 foi estabelecido um grupo de trabalho para elaborar manual de recomendações em bem-estar animal para equideos destinados a eventos esportivos. O grupo é composto por representantes das associações de raça que compõem a câmara setorial (crioulo, quarto de milha, cavalos de corrida e mangalarga marchador), associação de veterinários de equinos (ABRAVEQ), Comissão de Bem-Estar Animal do MAPA (CTBEA) e representante das entidades turfísticas. CONCLUÍDO!

Turfe

É competência da Coordenação de Boas Práticas e Bem-estar Animal a fiscalização e o fomento da atividade turfística. Para promover corridas de cavalos com arrecadação de apostas, todas as entidades devem obter Carta Patente junto ao Ministério da Agricultura.

Legislação

Entidades turfísticas com Carta Patente:

Jockey Club Cearense/CE
Derby Club Sobralense/CE (Carta Patente Provisória)
Jockey Club de Goiás/GO
Jockey Club Pernambuco/PE
Jockey Club Paraná/PR
Jockey Club Fazenda Rio Grande/PR
Jockey Club Pontagrossense/PR
Jockey Club Brasileiro/RJ
Jockey Club do Rio Grande do Sul/RS
Jockey Club Cachoeira do Sul/RS
Jockey Club Caraziense/RS
Jockey Club de Alegrete/RS
Jockey Club de Pelotas/RS
Sociedade Hípica Dr. Ildo Pinto/RS
Jockey Club de Sorocaba/SP